Notícias

Realizou-se na tarde de 5 de novembro o XVII Grande Prémio e XV Légua de Marcha Atlética de Alvaiázere, que este ano registou a participação de 114 marchadores e um total de 23 equipas, em representação dos distritos do Algarve, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Porto, Santarém e Setúbal.

A Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília comemorou no dia 30 de outubro o seu 93º aniversário, com a celebração da eucaristia na Igreja Matriz de Alvaiázere, presidida pelo Padre Celestino Brás e cuja solenização esteve a cargo da Banda Filarmónica.

Após a missa, seguiu-se a tradicional romaria em direção ao Cemitério, como forma de homenagear todos os diretores e músicos já falecidos.

Um grupo de amigas criado há seis anos e atualmente composto por 16 membros, dedicase ao artesanato para depois vender e com a receita obtida ajudar o ATL (Atividades de Tempos Livres) de Alvaiázere.

Este grupo foi criado inicialmente por duas pessoas que se juntaram e decidiram ajudar o ATL, que na altura atravessava uma fase de grandes dificuldades, de modo a que o mesmo não fechasse as portas, pois o seu papel é fundamental para a população alvaiazerense.

No dia 11 de outubro, a Câmara Municipal de Alvaiázere anunciou que o Centro 2020 aprovou o Plano de Ação para a Regeneração Urbana (PARU) da vila de Alvaiázere, num investimento global que ultrapassa os 2.327.540,00 de euros.

As obras, que vão começar ainda este ano, incluem a requalificação urbana da zona envolvente ao edifício do tribunal e a adaptação e transformação da antiga escola do primeiro ciclo de Alvaiázere numa plataforma empresarial na qual irá funcionar o segundo polo da incubadora de negócios, com um modelo de funcionamento inovador.

Reunida no dia 26 de outubro, a Câmara Municipal de Alvaiázere aprovou o Orçamento e as Grandes Opções do Plano do Município para o ano de 2017, com os votos favoráveis dos eleitos pelo Partido Social Democrata (PSD) e com a abstenção da oposição (PS e CDS-PP).

O valor global do orçamento ascende aos 9.918.831,00 de euros, o que representa uma diminuição na ordem dos 13,75% face ao orçamento de 2016, dando continuidade ao ajustamento orçamental que tem vindo a acontecer nos últimos anos.

No passado dia 6 de outubro, Laura Lopes, uma criança de apenas quatro anos, ficou fechada dentro do autocarro que assegura o transporte escolar. O incidente aconteceu no período da manhã, no início da primeira aula, quando a professora achou estranho a aluna não estar presente na aula. Decidiu então ligar à mãe da criança, Cristina Lopes, para perguntar se a filha não ia para escola, para ficar mais descansada e também por causa do número de almoços a ser servidos.

Iniciou-se um novo ano letivo escolar, referente a 2016-2017, e a pertinência do assunto levou o Jornal “O Alvaiazerense” a entrar em contacto com o diretor do Agrupamento de Escolas de Alvaiázere, José Rosa Peres, formular algumas questões relativas ao mesmo.