Alvaiázere vai fazer parte da Rota das Carmelitas

A Agência para o Desenvolvimento dos Castelos e Muralhas do Mondego, em conjunto com seis Municípios, Alvaiázere, Ansião, Coimbra, Condeixa- a-Nova, Ourém e Penela, estão a analisar a possibilidade de assinatura de um protocolo para a criação da Rota das Carmelitas.

A criação desta Rota insere-se num programa de valorização dos Caminhos de Fátima, promovido pela Associação Caminhos de Fátima, que apresentou a sua candidatura ao programa Centro 2020 e será financiada em 85% pelo FEDER.

A Rota das Carmelitas fará a ligação entre o Memorial Irmã Lúcia, no Carmelo de Santa Teresa (Coimbra) e o Santuário de Fátima, num percurso total de cerca de 150 quilómetros, maioritariamente feitos por caminhos florestais, alternativos aos principais eixos rodoviários.

A sua criação prevê a colocação de sinalética adequada, mas também a execução de trabalhos de beneficiação e valorização do território, de forma a criar condições para o aparecimento de oportunidades de negócios em áreas como a restauração, o alojamento, artesanato, produtos regionais, entre outros.