Aprovados instrumentos para estimular reabilitação urbana de Alvaiázere

O Município de Alvaiázere elegeu o centro da vila para iniciar a política de estímulo à reabilitação urbana. Consciente das necessidades do território e das oportunidades existentes ao nível do acesso a financiamento comunitário, a Câmara Municipal de Alvaiázere está a procurar atrair investimento privado associado a um forte investimento público em projetos estruturantes do espaço público (já aprovados no âmbito do Plano de Ação de Reabilitação Urbana - PARU, do Portugal 2020).

Para isso, promoveu a delimitação da Área de Reabilitação Urbana - ARU - da vila de Alvaiázere, publicada sob o Aviso n.º 11993/2015, Diário da República, 2ª Série, N.º 204, de 19 de outubro de 2015.

Desde julho de 2017 que o Município tem vindo a promover a elaboração da Operação de Reabilitação Urbana - ORU - para a respetiva ARU. Com a delimitação da ARU e a aprovação da ORU, Alvaiázere dispõe de instrumentos essenciais para a dinamização dos processos de regeneração e reabilitação urbanas, de iniciativa pública e privada.

Esta é uma visão a longo prazo (10-15 anos) que deseja incentivar a reocupação do núcleo urbano com habitação, comércio e serviços, conferindo-lhe uma dinâmica própria e mais atual e, igualmente, salvaguardar os conjuntos de edifícios que fazem parte da história do local e contribuir para o desenvolvimento, pelos seus habitantes, de sentimentos de apreço e orgulho pelo lugar onde residem. Além disso pretende-se devolver o dinamismo económico e social ao centro urbano da vila, dignificando- o como tal e contribuir para uma mobilidade condigna e sustentável.

Para esse efeito, a câmara municipal prevê a atribuição de um conjunto de incentivos à reabilitação urbana, tais como a atribuição de apoios financeiros para obras em edifícios ou a concessão de benefícios fiscais.

O projeto da ORU da Vila de Alvaiázere - Operação de Reabilitação Urbana, foi aprovado por deliberação em reunião no passado dia 25 de julho de 2018 e no dia 8 de agosto decorreu, nos Paços do Concelho, a primeira sessão de esclarecimento com vista a dar a conhecer os incentivos à reabilitação urbana propostos para a vila.

Dia 11 de setembro haverá nova sessão de esclarecimento às 19h, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.