Cartório Notarial abriu em Alvaiázere

A população alvaiazerense tem ao seu dispor, desde o passado dia 30 de setembro, um novo serviço na vila, o Cartório Notarial. Marta Machado Cruz revelou ao jornal “Alvaiazerense” que Alvaiázere tinha a licença que mais lhe agradou, “por estar mais perto de casa” e, por isso, decidiu vir para cá.

O Cartório oferece todo o tipo de serviços, desde escrituras, de compra e venda, de doações, habilitações, hipotecas, permutas. Além disso, fazem reconhecimento de assinaturas, registos online – automóvel, comercial, predial, sociedades -, certificações de documentos, autenticação de documentos particulares. “Temos também o arquivo público, ou seja, todas as escrituras que são feitas fazem parte desse arquivo e eu tenho-o, passou a estar à minha guarda. Todas as escrituras desde 1970, mais ou menos, tenho-as comigo”, acrescentou.

Marta Cruz é notária há 3 anos, mas trabalha na área há 15 anos. “Fui colaboradora do cartório de Condeixa durante 12 anos e passei dois anos por Torres Novas”, referiu a notária. Aos 15 anos decidiu que ia para Direito e para esta área. “Sempre quis ser notária ou conservadora”, confessou. Conta ainda que foi a conservadora de Condeixa, Fátima Cabral, que nessa idade e inconscientemente, a começou por influenciar. “Foi ela que, de certa forma, me deixou o bichinho do notariado”.

Em relação à vila de Alvaiázere diz que está a adorar. “A vila, até agora, não me dececionou em nada, muito pelo contrário. Aqui conseguimos ter qualidade de vida e sentimos paz ao olhar para esta serra. A única coisa que me aperta o coração é ver pouca gente”.

O cartório funciona das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00 na rua Professor José Augusto Martins Rangel, nº 17, loja 4.