Chamas deflagraram no armazém das cinco vilas

No dia 15 de agosto, um incêndio deflagrou no armazém das cinco vilas, em Maçãs de D. Maria.

O edifício encontra-se, já há muitos anos, desocupado e degradado, sendo a Câmara Municipal de Alvaiázere a proprietária deste, atualmente.

O jornal “Alvaiazerense” contactou o presidente da junta de freguesia, Eduardo Laranjeira, para saber a sua opinião, sendo que este acredita que o sucedido terá sido provocado por mão humana e não aconteceu naturalmente, mesmo que fosse acidentalmente. O presidente da junta afirma, ainda, que o incêndio não teve qualquer influência na estrutura, apenas ardeu no armazém, e que as chamas passaram para o telhado do 1º andar, tendo ardido parcialmente.

No local estiveram quatro viaturas e 13 bombeiros, segundo o Comandante dos Bombeiros de Alvaiázere, Mário Bruno. O sucedido foi reportado ao Departamento de Instrução e Ação Penal territorialmente competente e à Polícia Judiciária de Coimbra.