Associações pioneiras no concelho de Alvaiázere distinguidas com a Medalha de Mérito do Município

Na cerimónia do Dia do Concelho, todos os anos, a Câmara Municipal de Alvaiázere distingue com a Medalha de Mérito do Município um alvaiazerense ilustre ou até mesmo algumas associações. Esta condecoração pretende distinguir pessoas coletivas ou singulares que sobressaíram pelo seu contributo no Concelho a nível social, cultural, económico, humanitário, desportivo, ou outros, que tenham importância e se justifique o seu reconhecimento.

Este ano, durante a tarde do dia 13 de junho, na Casa da Cultura de Alvaiázere, a cerimónia homenageou o tecido associativo do concelho de Alvaiázere, havendo assim um reconhecimento público do trabalho desenvolvido por diversas associações que têm tido capacidade de rodear os alvaiazerenses, com mais ou menos idade.

Célia Marques, presidente da Câmara Municipal de Alvaiázere, destacou o trabalho exemplar das associações em questão e afirmou que “é necessário distingui-las pelo papel que executam na comunidade e pelo facto de levarem o nome de Alvaiázere a todo o lado”.

Foram seis as associações homenageadas, todas com mais de 50 anos de história e que, atualmente, estão ainda em atividade.

A nível social e cultural foi distinguida a Santa Casa da Misericórdia de Alvaiázere que, ao longo do tempo, têm dado respostas sociais à população e que, presentemente, tem uma Unidade de Cuidados Continuados, um Lar, uma Creche e um Hospital.

A nível desportivo, o Cabaços Sport Club, de 1939, detentor de uma nova direção. deseja recuperar a dinâmica da localidade, promovendo diversas modalidades desportivas.

A terceira associação homenageada foi a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alvaiázere, datada de 1940, pelo seu trabalho árduo junto à comunidade alvaiazerense, fazendo destes homens e mulheres um exemplo a nível humanitário.

A nível social e cultural a Associação da Casa do Povo de Maçãs de D. Maria, de 1941, que atualmente tem dois Lares e um Rancho Folclórico.

Outra associação condecorada, a nível cultural e recreativo, foi a Assembleia de Alvaiázere, também conhecida como o Clube, fundada em 1955 e que, durante muitos anos, foi um espaço cultural, com passagem de filmes e outras coisas. Possuindo sede própria, atualmente um grupo de pessoas tem vindo a tentar recuperar o dinamismo que a caracterizou em outros tempos.

Por último, a Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília foi também distinguida a nível cultural e recreativo, de 1923, e que durante várias gerações tem capturado jovens de Alvaiázere para a cultura e a música.

Para além destas associações agraciadas pelos seus 50 anos de existência, foi também atribuída a Medalha Municipal de Serviço Público, a dois funcionários, Lucinda Miguel e Armando Cristóvão que fizeram 25 anos de serviço efetivo na Câmara Municipal.

Álvaro Pinto Simões, Presidente da Assembleia Municipal, afirmou que “o associativismo é fundamental” e que o Concelho tem muitas associações que têm executado um trabalho excecional nas áreas do desporto, social e cultural, sendo as seis condecoradas as pioneiras no associativismo em Alvaiázere.

Mónica Teixeira