Entrevista aos candidatos à Junta de Freguesia de Almoster

Autárquicas 2017

No contexto das Eleições Autárquicas que se realizam no próximo dia 01 de outubro, o Jornal “O Alvaiazerense” entrevistou os cabeças de lista dos principais partidos candidatos à presidência dos órgãos autárquicos do Concelho.

Por uma questão de igualdade no tratamento jornalístico, foi concedido um espaço limitado e igual para cada um dos candidatos. A ordem das entrevistas foi feita de acordo com o sorteio oficial realizado no Tribunal de Alvaiázere, estipulado para os boletins de voto.

Este espaço é da inteira responsabilidade dos candidatos.


Cidália Ribeiro

Administrativa

(Almoster)

PS

1 - Qual o balanço que faz do trabalho desenvolvido ao longo deste mandato pelo atual executivo?

Na minha opinião o balanço passa por negativo. Foi feito muito pouco tendo em conta as necessidades da população, independentemente do reduzido orçamento. Diria mesmo, um trabalho muito limitado, aliás como vem sendo habitual nestes mandatos, e sente-se no dia-a-dia, nas várias áreas, o muito que falta fazer. Comparativamente com outras freguesias, não evoluímos quase nada. O sentimento é de que que nos querem pôr todos adormecidos. Mas nós estamos cá e cada vez mais despertos.

2 - Quais as razões que levam a (re)candidatar-se à Junta de Freguesia?

As razões que levaram à minha candidatura, na sequência de um desafio lançado para integração num projeto abrangente de cidadania, são essencialmente a forte motivação e vontade de dinamizar Almoster para sair do óbvio, para além da valorização da igualdade e lutar contra qualquer descriminação e qualquer tipo de intimidação. Nasci, cresci e vivo nesta terra, e em proximidade, tratando todos como contribuintes e cidadãos por igual e não por rótulos desta ou daquela forma e cor, estarei com uma equipa que comunga destes valores e na razão de querer dar o contributo para melhorar a vida das pessoas da nossa freguesia. Ser uma presença ativa junto da população, para que se sintam governados a tempo inteiro e não a tempo parcial. Precisamos regenerar, e é por tudo isto que o lema desta candidatura é Almoster PRECISA… e nós estamos cá.

3 – Caso seja eleito(a), quais as primeiras medidas a implementar?

Temos algumas ideias base para as primeiras medidas e para este projeto integrador, que passará sempre pela colaboração com as associações existentes e Município. Pretendemos atuar na área social e criar uma rede de apoio à pessoa idosa, bem como um espaço de ocupação de tempos livres de crianças e jovens em período de férias escolares. Depois, colaborar ativamente na elaboração de um plano de prevenção contra incêndios, criando condições de primeira intervenção local. Entre outros, fazer um aproveitamento dos recursos naturais, nomeadamente da nascente da preza do moinho em Azenha e da preza Surgião no lugar do Fojo. Para além da preservação dos espaços públicos, a acrescer com um espaço de lazer na zona do Brejo, promover a manutenção do património cultural vai ser outra das principais prioridades.


Célia Marques

Gestora

(Almoster)

CDS-PP

1 - Qual o balanço que faz do trabalho desenvolvido ao longo deste mandato pelo atual executivo?

O trabalho realizado pelo atual executivo fica muito aquém das expetativas criadas aquando da alteração do mesmo, seguindo um padrão idêntico de desenvolvimento realizado durante décadas até esse momento. Os trabalhos mais notórios são a realização de pura manutenção básica da freguesia e das atividades já implementadas há anos, como é o exemplo das marchas populares, fazendo-se assim notar o desgaste da equipa que o integra. Também se faz notar cada vez menos interação com a população, potenciando assim a sua maior desagregação, resultado este muito negativo para todos os almosterenses.

2 - Quais as razões que levam a (re)candidatar-se à Junta de Freguesia?

As principais razões que me levaram a encabeçar esta equipa nesta caminhada, foi o amor à minha terra e o facto de não a querer deixar entrar em declínio, pois considero que tem capacidade para melhorar muito em prol dos habitantes e visitantes, que devido à sua localização por aqui passam. Não será de braços cruzados ou a criticar em vão o trabalho dos demais que fará a diferença ou se conseguirá atingir os objetivos definidos, só com trabalho e empenho se conseguirão alcançar. É a possibilidade de poder fazer a diferença em prol de Almoster que mais nos motiva, a mim e à minha equipa.

3 – Caso seja eleito(a), quais as primeiras medidas a implementar?

Indo de encontro com as respostas anteriores, a nossa equipa tem por objetivo principal dar vida à nossa freguesia e à sua população, dinamizando- a e melhorando-a de forma a criar condições para que seja cada vez mais cativante para quem já se fixou e para quem pondera em fixar-se na nossa freguesia, tanto para residir como para investir. Mais concretamente, pretendemos dar mais atenção aos equipamentos já existentes na freguesia, reutilizando- os, dando-lhes utilidade e fazendo com que sejam úteis à população. A prevenção é outro ponto de enorme importância para nós, tanto a nível florestal como rodoviário, assim sendo tencionamos não descurar destes pontos. Lidero uma equipa capaz e válida para promover a mudança na nossa Almoster.


Paulo Reis Silva

Empresário

(Almoster)

PSD

1 - Qual o balanço que faz do trabalho desenvolvido ao longo deste mandato pelo atual executivo?

A experiência adquirida e o profundo conhecimento da freguesia permitiram que conseguíssemos executar aquilo a que nos propusemos, tendo cumprido em quase 80% o nosso compromisso eleitoral de 2013. Para além disso executámos um grande número de projetos não previstos, que pela sua premência tiveram de ser incluídos nos planos do executivo. Prova da assertividade das opções tomadas foi a aprovação por unanimidade, em Assembleia de Freguesia (AF), dos consecutivos Orçamentos, GOP e Prestações de Contas. Com um parco orçamento e um nível de receitas próprias muito baixo, a gestão dos fundos disponíveis e das opções tem de ser ponderada, rigorosa e com prioridades bem definidas e o aval da AF significa que o caminho trilhado ao longo do mandato foi o mais correto.

2 - Quais as razões que levam a (re)candidatar-se à Junta de Freguesia?

Desde muito jovem que participo na vida social e na comunidade de Almoster, mais intensamente nos últimos oito anos em que exerço estas funções. Tenho muito orgulho no trabalho realizado e sinto que ainda posso dar mais pela minha terra. Podendo ainda cumprir mais um mandato e tendo ideias e projetos para a freguesia, não poderia ficar indiferente às manifestações de apoio que fui recebendo, para que continuasse o projeto iniciado há oito anos. Assim, consegui constituir uma equipa de excelência que comigo irá abraçar este desafio. Gente dinâmica, trabalhadora, que ama a sua terra, uma equipa multifacetada, de todas as idades e representativa de todo o território da freguesia, que comigo irá conseguir manter Almoster no rumo certo.

3 – Caso seja eleito(a), quais as primeiras medidas a implementar?

Caso, como espero, volte a merecer a confiança dos Almosterenses, darei continuidade a uma política de proximidade, resolvendo os problemas e criando as condições para que os residentes vejam a sua qualidade de vida melhorada e como forma de atrair jovens a fixarem-se na freguesia. Contaremos com o apoio da Câmara Municipal na implementação de projetos de maior dimensão, necessários à criação destas condições. Estes projetos e o restante compromisso eleitoral, bem como toda a equipa que me acompanha, serão apresentados com detalhe à população no próximo dia 8 de Setembro, onde todos poderão perceber as nossas ideias e o rumo que traçámos para Almoster.


 

Tags: