Exposições de veículos de coleção contam a história das bicicletas, motociclos e sidecars

Museu Municipal de Alvaiázere

O Museu Municipal de Alvaiázere é local de passagem obrigatória para os amantes das duas rodas e não só. Ao longo de três exposições, estes adeptos podem conhecer alguns dos modelos que marcaram a história dos veículos de duas rodas. Bicicletas, motociclos e sidecars podem ser visitados em três exposições diferentes. Desde os modelos mais antigos aos mais recentes, quem visitar o Museu Municipal de Alvaiázere tem a oportunidade de embarcar numa viagem que conduz os visitantes pela história dos veículos de duas rodas.

A "viagem" começa com a visita à exposição "Biciclos, bicicletas, triciclos e outros ciclos". Ao longo desta exposição, é possível conhecer mais de três dezenas de bicicletas de todos os gostos, cores e feitios.

Os veículos de duas e três rodas, movíeis apenas pelo esforço físico do utilizador, retratam um passado saudoso e um presente admirável, pelo que esta coleção "pretende dar, através da mostra dos vários ciclos, corpo e visibilidade à evolução do conhecimento humano, retratando, assim, um capítulo fundamental do progresso da humanidade".

A exposição "Biciclos, bicicletas, triciclos e outros ciclos" apresenta um maravilhoso e raro conjunto de exemplares, reunidos pelo colecionador João Seixas, dos quais se destacam os biciclos ingleses (Maniot & Cooper e Rudge), os triciclos ingleses ( Starley), um Riquexó (ciclo-riquixá) tailandês, as bicicletas francesas (Gladiator, Siberator, Cycles & Boxer, Peugeot), as inglesas (The Champion, Hércules e Raleigh) e as portuguesas (Vilar, Órbita, e Yé-Yé), entre outras.

Nesta exposição de veículos de duas rodas, cuja origem se situa entre 1868 e 1970, os exemplares foram agrupados por categorias e pelos principais países construtores, traduzindo desse modo o design de uma época e a singularidade sociocultural e económica do povo que a viveu.

Continuando a visita por outra ala do Museu, encontramos a exposição "Autociclos, motociclos e outros ciclos". Aqui, o visitante pode apreciar modelos tão interessantes como a Sicam, com quadro Peugeot, construída em 1922 ou a Automoto Petrolettes de 1930, que com o seu motor de apenas 90cc, continua a ser uma verdadeira obra de engenharia motorizada. Os ciclomotores predominam nesta mostra, sendo exemplos de destaque a Solex de 1951, o Cucciolo de 1954, a Rhonson Vap 55 de 1956 ou por exemplo a Bernardet Cabri de 1954.

Prosseguido a visita, encontramos num terceiro espaço do Museu uma exposição mais invulgar e que, talvez por isso, desperte mais o interesse dos visitantes. Falamos obviamente da exposição "Sidecars & Atrelados… de ambos os lados". Aqui, os visitantes podem ver 14 motos com carro lateral, sendo que alguns deles apresentam inclusive reboque. Desde uma AGF de 1946 com atrelado (125 cc), passando pela Heinkel Tourist 175cc de 1956 com sidecar reboque da marca Piatti, continuando pela sempre espetacular Hercules, de 1957, com sidecar STEIB, bem como pela BMW R26, 250 cc, de 1957 com sidecar SZCZECINSKA, de tudo um pouco é possível ver nesta exposição. Bastante curiosa é também a Norton 16H, de 500cc, construída em 1938 e que com o seu sidecar Swallow, esteve ao serviço da Direção Regional de Caça durante largos anos.

Estas três exposições podem ser visitadas no Museu Municipal de Alvaiázere de terça a sexta-feira entre as 10 horas e as 18 horas, sendo que aos fins-de- semana é necessário efetuar marcação.

Carina Gonçalves