Museu Municipal de Alvaiázere comemorou Jornadas Europeias do Património

O Município de Alvaiázere, através do Museu Municipal, associou- se, mais uma vez, às comemorações das Jornadas Europeias do Património, nas quais participa desde 2006 e que este ano foram subordinadas à temática “Património e natureza”.

As comemorações iniciaram-se na manhã do dia 22, no Museu Municipal, com a abertura da exposição “Cársica: uma viagem pela geodiversidade de Alvaiázere”, do geógrafo João Paulo Forte, a qual estará patente ao público até final do ano.

Em Almoster, mais concretamente na “Igreja Velha”, os serviços educativos do Museu dinamizaram um atelier de educação patrimonial não formal com os utentes da ASCRA (Associação Social Cultural e Recreativa de Almoster); “passo a passo”, “história a história”, foi possível reconstituir digitalmente o espaço que outrora fora a Igreja de Almoster.

Pelas 21h00, o Museu foi palco de uma noite de fados com o grupo Fado ao Centro que encantou os presentes com o espetáculo “De Coimbra com Amor”; os fadistas João Farinha e Nuno Bettencourt, envergando trajes pretos e capas de cor negra que conferiram solenidade ao momento, acompanhados por duas guitarras portuguesas e viola, interpretaram diversos temas que marcaram o século passado da nostálgica Coimbra.

Se o dia 23 foi marcado por vários encontros com o património alvaiazerense, o entardecer deste dia contou com a presença de Dulce Freire, investigadora auxiliar do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, com a conferência “A herança das sementes na Península Ibérica: agricultura e inovação desde o século XVIII”. A noite prosseguiu, a partir das 21h00, com um concerto no âmbito da comemoração do Centenário das Aparições de Fátima com o grupo VOX ANGELIS. Neste espetáculo, dois cantores, Pedro Miguel Nunes e Liliana Bolyakova, e uma pequena orquestra, composta por dois violinistas, um violoncelista e um guitarrista, interpretaram obras de música sacra barroca da autoria de Giovanni Pergolesi, Antonio Vivaldi, Tomaso Albinoni, Joseph Haydn, e Giulio Caccini, assim como de cânticos sacros do Santuário de Fátima, que os presentes puderam acompanhar.

A manhã de domingo iniciou-se com um tranquilo passeio pedestre por trilhos de Al-Baizir onde o património e a natureza eram uma constante. Ao som de cabras e ovelhas e de uma névoa de Outono, onde as cores de meia-cor pairavam no céu (revelando indistintamente casas, árvores e montes) os sentidos invadiram-se de distâncias de eterna paixão por um território que é NOSSO.

As comemorações deste ano das Jornadas Europeias do Património terminaram pelas 20h00, na Biblioteca Municipal, com um profícuo Encontro de Autores do Norte do Distrito de Leiria – inserido na exposição “Mostra bibliográfica e documental do norte do distrito de Leiria”, do colecionador Élio Marques.

Otilina Silva, Irene Valente, Manuela Oliveira, Condessa Annabelle de la Panouse, Carlos Laranjeira, Henrique Lopes, Américo Estanqueiro, António Martins, entre outros, deliciaram os presentes numa tarde de partilha de experiências e de conhecimentos, onde não faltaram os momentos de leitura.

Paula Cassiano