Acredem disputou final mas não conseguiu vencer

Taça Distrital de Futsal

Mais uma época desportiva que chega ao fim, esta porém fica registada por muitos bons motivos. No que diz respeito ao campeonato da 1ª divisão distrital de seniores masculinos série norte, que a equipa da Acredem disputou, embora não tenha conseguido atingir um lugar que pudesse dar acesso à subida de divisão, a equipa de Maçãs de D. Maria acabou por ficar numa honrosa terceira posição, apenas atrás de duas equipas que apostaram muito forte, esta época, a fim de subirem ao escalão principal do distrito, e à frente de equipas que também mantinham vivas as aspirações de uma possível subida. Uma série norte muito competitiva, com jogos disputados até ao último segundo e que só veio valorizar o trabalho realizado pela Acredem e a classificação final que obteve. De salientar que neste capítulo, a equipa cumpriu os objetivos a que se propôs no inicio da época, que era de melhorar o que tinha feito na época anterior. Na época transata obteve 21 pontos e a quarta posição, esta época 25 pontos e terceira posição. Fica a promessa de para o ano tentar melhorar.

Quanto à Taça Distrital de Futsal, aqui fica mais um registo histórico para a Associação. Depois do brilhante apuramento para a meia-final, seguiu-se todo um trabalho de divulgação e mobilização para o jogo a ser disputado nos Pousos (Leiria), contra a equipa da União de Santiago da Guarda. Pretendia-se que quando a equipa entrasse em campo sentisse um apoio como se estivesse a jogar em casa, e foi isso que aconteceu. As pessoas aderiram em massa e o ambiente criado foi de uma autêntica final.

Só dentro de campo é que as coisas não começaram bem, a Acredem entrou mal no jogo e nos primeiros minutos sofreu dois golos. A equipa abanou mas não caiu. Reagiu e com o muito apoio vindo das bancadas foi à procura da recuperação, mas até ao intervalo o marcador não se alterou. Na segunda parte, continuou a procurar o golo que permitisse manter vivas as aspirações de chegar à final, golo esse que chegou a meio de segunda parte, faltava muito tempo mas o cansaço já era muito e do outro lado estava uma equipa muito experiente e que podia também marcar a qualquer altura, deitando por terra todas as aspirações. Foi preciso esperar pelo último minuto de jogo para aparecer o tão esperado golo do empate, que provocou uma imensa felicidade e esperança na equipa e nos seus adeptos. O jogo teve que seguir para prolongamento, e na segunda parte houve novo golo para a União de Santiago da Guarda: nessa altura temeu-se o pior, o tempo para o final já era pouco e o desgaste de um jogo inteiro em desvantagem era enorme. A força que permitiu à Acredem chegar novamente ao empate a poucos segundos do final da partida veio, sem dúvida, das bancadas. Com o empate, o finalista teve se ser encontrado através das grandes penalidades.

Muito público, golos, indecisão no marcador até aos últimos segundos, decisão através de penaltis, não podia ter mais emoção esta meia-final. E neste capítulo a Acredem foi superior, o seu guarda-redes defendeu logo o primeiro penalti e mais ninguém falhou, carimbando assim o passaporte para a final, no Pavilhão Municipal da Nazaré, com a equipa da Pocariça, uma das melhores equipa do distrital de futsal.

A final marcada para a Nazaré obrigou a equipa a fazer uma viagem considerável, mas nem isso afastou o muito público afeto à Acredem de marcar presença neste grande evento, comparecendo mais uma vez em grande quantidade. Quanto ao jogo, foi complicado, o adversário foi muito forte, pôs em prática todos os seus argumentos para levar de vencida a taça e à equipa da Acredem restou lutar do primeiro ao último segundo para contrariar o favoritismo adversário. Conseguiu fazê-lo em certos momentos do jogo mas não chegou, a equipa de Maçãs de D. Maria saiu derrotada por 8-3, mas de cabeça erguida e com a consciência que tudo fez para dignificar o emblema que representa, sendo prova disso mesmo a ovação que ouviu no final do encontro.

Em nome dos jogadores e dirigentes, a Acredem agradece a todos o apoio e incentivo que recebeu e que foi realmente muito importante, principalmente nesta fase final da época, da parte dos sócios e simpatizantes, esperando que se dê continuidade ao trabalho já realizado e que na próxima época a equipa volte ainda mais forte.

Quim Coimbra
Tags: