Escola Dr. Manuel Ribeiro Ferreira subiu 259 lugares no Ensino Básico

Ranking das Escolas 2016

Foi divulgado no passado dia 16 de dezembro pelo Ministério da Educação o Ranking das Escolas 2016, com base nos resultados dos exames nacionais, nos níveis de Ensino Básico e Secundário.

De acordo com os dados revelados pelo Jornal Público/Católica Porto Business School, no que diz respeito aos resultados do Ensino Básico, a Escola Dr. Manuel Ribeiro Ferreira ocupa o 470º lugar da tabela (num universo de 1218 escolas), o que representa uma subida significativa relativamente ao ano de 2015, em que ficou na 729ª posição. No total, foram realizadas 36 provas na disciplina de Português, cuja média se situa nos 2,89 valores (escala de 0 a 5), e 36 provas a Matemática, com uma média de 2,69 valores. A média geral de exames ronda os 2,79 valores, uma subida relativamente aos 2,68 valores alcançados em 2015.

Em análise esteve também a escolaridade parental dos alunos: os pais apresentavam uma escolaridade média de 7,9 anos (Ensino Básico incompleto) e as mães de 9,3 anos (Ensino Básico completo). Relativamente às taxas de retenção escolar, no sétimo ano o valor é de 8,47%, no oitavo ano de 0% e no nono ano de 1,72%.

O ranking das escolas do Ensino Básico é liderado por três escolas privadas: Colégio Novo da Maia (Maia), Externato Escravas Sagrado Coração de Jesus (Porto), ambos com uma média de 4,31 valores e Colégio Nossa Senhora da Paz (Porto), com uma média de 4,17 valores. A primeira escola pública a figurar no ranking surge na 32ª posição: Escola Secundária D. Manuel I, em Beja, com uma média de 3,78 valores.

No Ensino Secundário, a Escola Dr. Manuel Ribeiro Ferreira registou uma descida de posições no ranking, do 122º lugar para o 285º (num total de 626 escolas), com uma média de geral de 10,34 valores (numa escala de 0 a 20), uma descida relativamente a 2015, com um valor de 11,31. Num total de 62 provas realizadas em cinco disciplinas, apenas em três delas foi alcançada uma média positiva., nomeadamente a Português (11,03 valores em 19 provas realizadas), a Matemática (10,88 valores em 18 provas) e a Física/Química (10,30 valores em 8 provas), sendo que a Filosofia a média não ultrapassou os 9,34 valores nas cinco provas realizadas e as notas mais baixas foram obtidas nos exames de Biologia/Geologia, num total de 12, com uma média geral de 8,9 valores. O nível de escolaridade dos pais dos alunos submetidos a exame é de 7,1 anos e das mães de 8,5. Quanto às taxas de retenção escolar, no 10º ano regista-se o valor mais elevado, de 33,33%, no 11º ano 3,85% e no 12º ano 6,67%.

O ranking do Ensino Secundário, à semelhança do que acontece no Ensino Básico, é também liderado por três Escolas do Ensino privado: Colégio Nossa Senhora do Rosário (Porto), com uma média de 14,98 valores, Colégio St. Peter’s School (Palmela), com uma média de 14,65 valores e Colégio D. Diogo de Sousa (Braga), com uma média de 14,34 valores. A primeira Escola pública a surgir na classificação é a Escola Secundária Infanta D. Maria (Coimbra), com uma média geral de 12,48 valores.

Cláudia Martins