PROPRIEDADE: CASA DO CONCELHO DE ALVAIÁZERE
DIRECTOR-ADJUNTO: CARLOS FREIRE RIBEIRO
DIRECTOR: MARIA TEODORA FREIRE GONÇALVES CARDO
DIRECTOR-ADJUNTO: CARLOS FREIRE RIBEIRO

Presépio no coração

31 de Dezembro de 2023

Editorial

A edição deste jornal revela sintonia por parte de todos os colaboradores numa temática única do Natal e de todas as particularidades que envolvem este, as suas tradições seculares, como o presépio que fez este ano 800 anos de história, tendo sido construído pela primeira vez em 1223, na Itália e pelas mãos de São Francisco de Assis. E desde esse momento é construído com fé pelos católicos de todo o mundo, assinalando a insigne noite de Natal de 1223. Desde os mais sofisticados aos mais humildes é uma forma de celebrar o Natal, tornando-se numa fonte de luz e de alegria que aquece o coração de todos os que vivem com intensidade esta época natalícia e nos prepara para construirmos o mais belo presépio nos nossos corações. Que estes presépios resultantes de gestos de um novo relacionamento e da interiorização do verdadeiro significado do Natal, se transformem em sinais de presépios encarnados e moldados dentro das nossas vidas, para lutar contra uma sociedade cada vez mais desumana e povoada de conflitos e de guerras.

Nesta caminhada de 800 anos os presépios continuam a ser um lugar de encontro ao longo dos tempos e um convite a sentir o ambiente envolvente da manjedoura de Belém e a seguir o caminho do despojamento e da humildade.

Não devemos esquecer que Jesus nasceu pobre, para nos ensinar a viver o essencial.

E hoje, no conforto das nossas casas, rodeados de novas tecnologias que insistem em substituir os momentos em família, vamo-nos desviando do essencial, para aderirmos ao supérfluo. Urge lutarmos neste novo mundo, para continuar a existir um espaço de humanidade, com um presépio no coração de cada ser humano.

Que a Declaração Universal dos Direitos Humanos, assinada a 10 de dezembro de 1948 e que comemorámos este mês, seja aplicada em todo o mundo e façam parte da nossa história palavras como, união, partilha, alegria, empatia, esperança, generosidade, solidariedade, tranquilidade, serenidade, harmonia e paz.

Desejo a todos os leitores, assinantes, anunciantes e colaboradores deste jornal, extensivo a todos os alvaiazerenses e amigos, o melhor 2024, com muita saúde, alegria, amor e paz, onde a luz do presépio brilhe sempre nos nossos corações, para abraçarmos o Novo Ano com esperança e otimismo.